Animal
0

8 animais feios que os humanos consomem

Você já experimentou uma asinha de morcego assada? Então que tal uma torta de lampreia ou um filé de tamboril? Apesar dessas espécies serem bastante feiosas e assustadoras, existe muita gente que aprecia as suas partes nas mais diversas preparações. Esses animais feios entram na lista de alguns dos animais mais feios consumidos pelo ser […]

8 animais feios que os humanos consomem

Você já experimentou uma asinha de morcego assada? Então que tal uma torta de lampreia ou um filé de tamboril? Apesar dessas espécies serem bastante feiosas e assustadoras, existe muita gente que aprecia as suas partes nas mais diversas preparações. Esses animais feios entram na lista de alguns dos animais mais feios consumidos pelo ser humano. Quer saber mais sobre eles? Confira abaixo.

1 – Tamboril

Também conhecido como peixe-sapo, essa espécie de águas profundas é bastante apreciada nas mesas de várias partes do mundo. Apesar da aparência feiosa e até assustadora, os especialistas afirmam que a sua carne é muito saborosa e que muitas pessoas estão perdendo de desfrutar esse peixe devido à primeira impressão do seu visual.

Assim como o bacalhau, o tamboril é um peixe bastante utilizado na culinária portuguesa, fazendo parte de pratos muito tradicionais por lá. O filé do tamboril é bastante versátil e permite a preparação em várias formas, sendo as mais populares as ensopadas. O peixe também é bem apreciado em vários outros países da Europa, nos Estados Unidos, no Peru, no Chile e na Coreia.

2 – Morcego

Não é apenas o nosso amigo Ozzy Osbourne que gosta de apreciar um bom morceguinho. Os visitantes da China, da Tailândia e até mesmo da Austrália podem se deparar com morcegos sendo vendidos nos mercados de alimentos e nos restaurantes. Mesmo com o seu jeitinho de “rato de asas” e aparência pavorosa para a maioria das pessoas, tem quem goste dele no prato.

Mas não é qualquer espécie que é boa para comer, segundo os especialistas. As variedades de morcegos frugívoros (que se alimentam de frutas) são os mais populares para esse fim. A carne do morcego pode ser preparada assada, cozida em sopas ou fritas. O famoso chef Anthony Bourdain afirmou, em um de seus programas de TV, que o morcego exala um cheiro forte durante o cozimento. Mas que, apesar disso, o sabor é agradável.

Tal como acontece com muitas carnes, o morcego teria o gosto muito parecido com o do frango. O chef aconselha marinar a carne com algumas pimentas, cebola ou alho para amenizar o odor. Anotou aí? Os apreciadores de morcego se localizam mais nas Filipinas, na Tailândia, na China e nas ilhas do Pacífico.

3 – Panopea (geoduck)

APanopea generosaou geoduck, como é conhecida nos países de língua inglesa, é um molusco marinho muito apreciado em países da América do Norte e nos orientais. Devido ao seu aspecto esquisitão, muitos povos acreditam que ele tenha propriedades afrodisíacas, consumindo o molusco nas mais diversas receitas. Ele pode ser cozido rapidamente ou servido em forma de sashimi e ceviche.

4 – Javali africano

Já estamos acostumados a ver em alguns restaurantes a carne de javali — e ela é bastante saborosa, como a de porco. No entanto, o javali africano consegue ser ainda um pouco mais feio que o seu parente consumido por aqui. Esta é a única espécie de porco que se adaptou à pastagem e habitat dos cerrados da selva africana. Sua dieta é onívora, sendo composta por gramíneas, raízes, frutos, cascas, fungos, insetos, ovos e carniça. O preparo da sua carne geralmente é feita assada e o bicho é mais consumido mesmo em sua terra natal.

5 – Lampreia

Esse animal marinho horroroso é como uma enguia, mas sem maxilar, pois a sua boca é como uma ventosa circular, do mesmo diâmetro do corpo, reforçada por um anel de cartilagem e armada com uma língua raspadora igualmente cartilaginosa.

Várias espécies de lampreia são consumidas como alimento. Em Portugal, a lampreia é consumida geralmente em receitas como o arroz de lampreia, assada no espeto ou ao molho escabeche. Na Inglaterra, ela faz parte de um dos pratos mais tradicionais da família britânica, a torta de lampreia. Se até a rainha aprova, então deve ser saboroso! Na Espanha, na França, no Japão e na Coreia o seu uso também é apreciado.

6 – Pepino-do-mar

O pepino-do-mar também não tem uma aparência muito boa, mas ele pode ser muito nutritivo. Esta iguaria gelatinosa pode ser preparada em várias receitas com outros tipos de frutos do mar, como parte de uma caldeirada, pois ele absorve o sabor de qualquer ingrediente que está sendo cozido junto.

Ele é muito utilizado na cozinha asiática, tendo alto valor de proteínas e componentes anti-inflamatórios, que os orientais acreditam ser útil para tratar problemas de saúde como reumatismo, artrite, fadiga crônica e impotência.

7 – Garoupa

Apesar de parecer um monstrinho do mar, a garoupa é amiga e tem um sabor suave que a torna muito popular em grelhados ou assados. Saudável e muito nutritiva, a garoupa é uma ótima fonte de proteínas e tem baixas calorias, além de cálcio e ferro. Esse peixe pode ser utilizado em qualquer tipo de preparo — assado, cozido, grelhado, frito ou ensopado —, sendo que seu sabor único só necessita de temperos suaves e ervas frescas.

8 – Enguia-lobo

Este peixe, tipo enguia de águas superficiais, se alimenta de crustáceos, ouriços do mar e mexilhões, esmagando-os com as suas mandíbulas fortes. Encontra-se no norte do Oceano Pacífico, desde o Mar do Japão até o norte da Califórnia. Com essa carinha nada convidativa, a enguia-lobo assusta mergulhadores de primeira viagem em águas rasas, mas raramente é agressiva.

Entretanto, se ela se sentir ameaçada, a enguia pode dar picadas dolorosas em seres humanos. Apesar disso, ela é comestível e tem carne levemente adocicada, ficando ótima em preparações fritas ou cozidas.

Elisa Vieira