Animal
0

10 animais que provavelmente estarão extintos daqui a 10 anos

Você provavelmente já sabe que as coisas não andam boas, que a natureza está pedindo socorro e que as coisas tendem a piorar, principalmente se não fizermos nada para mudar. O que talvez você não saiba é que em questão de apenas 10 anos alguns animais podem simplesmente se tornar extintos. Confira quem são eles […]

10 animais que provavelmente estarão extintos daqui a 10 anos

Você provavelmente já sabe que as coisas não andam boas, que a natureza está pedindo socorro e que as coisas tendem a piorar, principalmente se não fizermos nada para mudar. O que talvez você não saiba é que em questão de apenas 10 anos alguns animais podem simplesmente se tornar extintos. Confira quem são eles a seguir:

1 – Cágado Astrochelys yniphora

Esse é simplesmente o cágado mais raro do mundo. Nativo de Madagascar, há apenas 300 desses animais no mundo inteiro. Em 2013, 10% de toda a população deAstrochelys yniphora do mundo foi encontrada na mala de um contrabandista.

2 – Lince-ibérico

Em 2004 havia apenas 100 linces-ibéricos adultos – os nascidos em cativeiro estão voltando para a natureza, em uma tentativa de repovoamento. Hoje há apenas 300 desses animais vivos, o que representa um risco extremo de extinção.

3 – Rinoceronte-de-sumatra

Essa é a menor espécie de rinoceronte, atingindo no máximo um metro de altura. A extinção desses animais tem a ver com a venda de seus chifres, que chegam a valer US$ 30 mil por kg. Apenas 200 estão vivos atualmente.

4 – Prolemur simus

Esse mamífero se alimenta de bambu, que contém cianeto, substância venenosa. Não se sabe, ainda, como esses animais sobrevivem ao alimento que consomem. Até 1986 acreditava-se que eles estavam extintos, mas cerca de 100 animais ainda estão na natureza. Só não se sabe por quanto tempo.

5 – Tigre-de-sumatra

Em média 40 desses animais são mortos por humanos todos os anos na Sumatra. Em 1978, mil desses tigres estavam vivos. O número hoje caiu para 400.

6 – Leopardo-de-amur

Com apenas 30 leopardos-de-amur no planeta, a reprodução está ainda mais difícil devido à endogamia, que nada mais é do que o sistema de acasalamento entre animais relacionados pela ascendência, aparentados. As fêmeas dão à luz apenas um bebê de cada vez.

7 – Rã-pintada-da-palestina

Não foi vista por 60 anos até 2011. Cientistas acreditam que apenas 14 dessas rãs ainda existam no mundo. A espécie mais próxima a ela morreu há 15 mil anos.

8 – Ambystoma mexicanum

Essa salamandra era tida como totalmente extinta até que duas delas foram vistas recentemente, neste ano. Esse animal tem a capacidade de regeneração de membros e, também por isso, é considerado superimportante para pesquisas científicas.

9 – Rafetus swinhoei

Essa é simplesmente a maior tartaruga de água doce do mundo e apenas quatro delas estão vivas.

10 – Golfinho-lacustre-chinês

A espécie foi declarada extinta em 2006 e, em 2007, alguns sinais levaram a crer que alguns desses golfinhos ainda existam, mas o número é pequeno demais para repovoar o meio ambiente.

Elisa Vieira